sábado, 11 de dezembro de 2010

A lista de mulheres (Parte 1)


Começou como uma curiosidade que contava aos amigos na mesa do bar:

― Olha só, eu nunca repeti um nome! Nunca peguei duas mulheres com o mesmo nome ― dizia ele, orgulhoso da sua diversidade, para repassar, de novo, a lista mentalmente.

Numa noite qualquer de egocentrismo etílico chegou em casa e organizou o rol por ordem alfabética. De A a V. Na noite posterior, obcecado pelo próprio feito, buscou na internet nomes triviais de mulheres. Pintou os alvos de vermelho.

Na terceira noite, com a idéia ainda martelando na cabeça, ampliou a lista para as estrangeiras: nomes britânicos, franceses, italianos, espanhóis, russos, japoneses, árabes, africanos agora faziam parte do desafio íntimo e pessoal.

(continua...)

Nenhum comentário: