quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Os 10 cafés e os 5 encontros


As duas teorias são simples e básicas.

Em Portugal, para engatar uma rapariga são necessários 10 cafés. Ou melhor: 10 saídas para tomar café. Você a conhece e, a partir da afinidade mútua, desenvolve-se todo o processo de reforçar os vínculos nos encontros. Passados os 10 cafés – com margem de erro de dois pontos para mais ou para menos –, a probabilidade de rematar a miúda é de 93,54%.

No Brasil, para ficar com uma garota basta uma noite. É normal que aconteça o beijo e uns amassos; anormal é que passe daí para o terceiro, quarto, sétimo estágio (usem a imaginação, oras!). São necessários, então, cinco encontros. Apenas no quinto – com margem de erro de dois pontos para mais ou para menos – é que a probabilidade de arrematar a pequena ronda 98,13%.

Obs.: Visto que as mulheres não são simples, não são básicas e nem podem ser medidas por índices, minhas possibilidades com alguma leitora deste blog acabam de despencar 69% após este post.

2 comentários:

i disse...

HAHAHAHA! como adepta ferrenha de cafés - da bebida e principalmente do acto de ir ao café - devo dizer que essa avaliação não está assim tão fora. Se são 10 não sei, nunca pensei nisso, mas estarei atenta. julgo que se o café for à noite, num sítio calminho dá mais pontos, por exemplo. No entanto, vista para o mar tb ajuda.
é um tema complexo :P

Sandryne Barreto disse...

kkkkkkkkkkkk. Adoro teus contos, mas sinto falta desse formato de texto. ;)