quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Fascínio por (bem, vocês vão ler)


― Sabe o que você podia fazer? Tirar a camisa... que tal?

Os olhos dela denunciavam uma traquinice. E visto que os dois estavam há mais de 15 minutos aos mais tórridos beijos no carro, aquilo parecia um pedido bem interessante. Ele tentou ler a mente dela, e apenas levantou os braços para que a garota fizesse as honras e lhe arrancasse a t-shirt.

― Mas vê lá o que vais fazer... ― fingindo que se preocupava.

Ela primeiro cravou as unhas em seu peito com um olhar meio safado meio assustador. Mordeu os lábios e arremessou-se ao pescoço do rapaz. Começou a beijar e foi descendo: pescoço, ombro, tórax. Num movimento brusco ergueu o braço direito dele e estagnou-se na  contemplação.

― Pode parecer estranho, mas tenho um fascínio enorme por sovaco. Você nem imagina como sovaco me excita.

No segundo seguinte ela já beijava e lambia as axilas dele com um apetite de cão de rua.

Nenhum comentário: