quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

A primeira vez


Foi numa praia deserta. Estavam sozinhos. Ela já tinha certa experiência. Para ele, era a primeira vez.

― Tem certeza que quer isso? ― ela perguntou.

― Não há algo que queira mais. Está na hora.

Confirmaram a presença apenas das gaivotas no céu e dos siris na areia, definiram as preliminares e avançaram devagar. Apesar da tensão do início, ele logo relaxou. Não era esse bicho-de-sete-cabeças que diziam.

Foram duas, uma atrás da outra. Riam-se de tudo, leves, livres. O sol se punha no horizonte. Foi a primeira vez dele. A primeira vez que fumou maconha.

Nenhum comentário: